Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

Digam-me que não é só mim que isto acontece...

Estar dormir muito profundamente. Acordar sem motivo aparente e levantar-me sem objetivo definido. Cambalear pelo quarto, em desespero sem saber onde estou ou sequer o que estou a fazer. Bater em todas a as quinas dos móveis. Praguejar. Começar a pensar de forma lenta no motivo que me levou àquela situação. Sinapses anormalmente lentas. Um desespero enorme, uma aflição. Palpar algo em concreto e chegar à brilhante conclusão, que aquele móvel é vagamente conhecido. Mas nem tudo no móvel faz sentido: "Que é isto duro e frio?". De repente, instante de sanidade. Isto é a mesinha de cabeceira. Não sei que raio é aquilo frio, mas isto é a mesinha de cabeceira. Se isto é a mesinha de cabeceira, o interruptor que vai apagar este pesadelo não deve estar assim tão longe. Cambaleio novamente, às apalpadelas como se nunca aqui tivesse estado. Chego com um esforço hercúleo à superfície do interruptor. Luz. O meu quarto, absolutamente igual a como o tinha deixado. Vou à casa-de-banho. Estou assustadoramente branca. Para variar, mesmo com a pouca consciência que o sono me deixou, consigo antever mil ideias hipocondríacas e dramáticas sobre o meu estado. Volto para a cama. Adormeço imediatamente. Acordo no outro dia a lembrar-me do rebuliço que foi e a pensar na aflição que é estar perdida no meio do escuro. Agora dá vontade de rir.

Aquilo era uma máquina fotográfica

2.jpg

 

4 comentários

Comentar post