Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

Ser hipocondríaca é mais ou menos isto

Eu tenho um problema sério com doenças. Não diretamente com doenças. Mais com a minha mente. Acontece que eu julgo ter todas as doenças. E pensar ter todas as doenças não é uma doença fácil.

Como boa hipocondríaca que sou, gosto de dedicar uma boa parte do tempo à leitura e pesquisa de toooodas as doenças que julgo possuir. E outra boa parte do tempo a explicá-lad aos outros.

Acontece que por esta blogosfera fora, as bloggers mais conhecidas do pedaço lembraram-se de abordar intensamente uma doença que não sendo fatal (do mal o menos) é perigosa (é doença…): anemia. Ora, anunciar uma doença a um hipocondríaco, assinalar sintomas e consequências, não é de todo positivo. É perigoso... O resultado é que agora eu tenho a certeza absoluta que sou anémica. Eu até fiz análises há relativamente pouco tempo e… não sou nada anémica. Os valores estão todos nos trinques. E agora?! Agora, ou me deixo estar sossegadinho no meu lugar. Ignorando o facto de que sou uma potencial anémica. Faço-me à minha vidinha de todos os dias. Ou então, vou até ao centro de saúde mais próximo e encosto uma arma à cabeça da minha médica de família ao mesmo tempo que sussurro várias ameaças de morte, para logo depois prosseguir num longo pedido de credenciais. Sim, que o mundo das credenciais para exames, análises e afins não está fácil. A contenção é tão grande que nem que eu estivesse à beira de falecer tinha direito a uma credencial para o que quer que fosse. Imaginem, não tendo absolutamente a não ser uma pobre e disfarçada anemia que teima em nem sequer aparecer nas análises. Pois… Não sei mesmo que faça. Acho que corromper a minha médica de família com uma arma encostada à cabeça talvez não seja a melhor ideia. E é que eu também tenho um bocadinho medo de fazer análises. Digamos que da última vez ia desfalecendo…

Há um sintoma que eu por acaso não tenho. Pelo menos acho que nunca me aconteceu deparar-me com ele. Nunca senti um desejo incomum para substâncias não nutritivas, como terra ou relva. Nunca. Estranho... Mas vou estar de sobreaviso, que ao menos se é para ter a doença é para ter o arsenal todo.