Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

My cup of tea

"You can never get a cup of tea large enough or a book long enough to suit me" C. S. Lewis

Eu, indecisa?! Essa agora...

Acabei por encomendar o vestido de que falei, ontem. Foi mais forte do que eu. Uma pessoa, também, não é de ferro, certo? Só que com estas coisas dos saldos, o pequeno pode demorar mais um a dois dias a chegar. Se ele chegar dentro do prazo estipulado fora do período de saldos, chega exatamente no dia que eu quero, se tiver o atraso por causa dos saldos, a coisa já corre mal. A sério, quem me manda levar tanto tempo para decidir uma coisa? Eu sou, de facto, o expoente máximo, o apogeu, o que lhe quiserem chamar, da indecisão. Levo toda uma vida para decidir detalhes minímos.

Como para além de indecisa, também sou incrivelmente chata, decidi ligar para a o serviço online da Zara a perguntar se eles por acaso não têm informações em relação aos prazos de entrega, para além dos que estão no site. Isto é, se eles sabem se as entregas se estão realmente a atrasar por causa dos saldos ou se está tudo dentro dos trâmites normais.

O senhor que me atendeu, uma paz de alma, uma simpatia, respondeu-me a tudo como se eu não estivesse a ser uma criatura incrivelmente chata. E no fundo, limitou-se a dizer-me o que já estava no site, mas naquela voz devidamente modulada que eles devem ser obrigados a fazer. E quanto mais estapafúrdia era a questão (eu tenho uma certa propensão a fazer perguntas parvas com respostas óbvias), mais calma era a voz do senhor. Invejei-lhe a paciência.

Depois de desligar a chamada, cheguei à conclusão, que o senhor, teve toda aquela paciência infinita, de certeza, porque a chamada estava a ser gravada. Imagino que depois de terminar a chamada se tenha virado para o colega do lado e tenho dito:

- Mais uma abécula analfbeta que não leu as informções no site.

Portanto, no fim de toda esta saga, fiquei na mesma. Não sei se o vestido vai chegar a tempo. Tenho estado a controlar obsessivamente o estado da encomenda.

Oh! Well... Mea culpa.

Sobre estes Saldos

Não há nada que me faça perder a cabeça. Que me leve a tentar desvairadamente assaltar um banco.

Umas sandálias na Mango, pré-saldos, desapareceram antes sequer de eu equacionar compá-las. Eram giras, faziam o meu género, mas não me apetecia comprá-las antes dos saldos. E elas desapareceram para todo o sempre. E eu nem senti aquela pontada de remorsos por não as ter comprado logo. Portanto, não foi mesmo amor. Foi só uma ligeira crush.

Também há alguns básicos que me aquecem o coração. Mas são básicos. Nada de muito interessante.

Acontece que, um vestido na Zara, que eu já tinha debaixo de olho na época pré-saldos, entrou em saldos, com uma redução que não é nada do outro mundo, mas já é qualquer coisa. E eu todos os dias olho para ele. Devo estar à espera que ele esgote. Só pode.

4172055624_6_1_1.jpg

Porque é que eu ainda não o comprei? Racionalmente, eu não preciso dele. Não preciso mesmo. Tenho ocasiões para o usar, mas tembém já tenho vestidos para essas ocasiões, portanto não faz sentido comprá-lo. Mas é tão giro. E está a um preço tão simpático.

Odeio ser tão indecisa. Mesmo.

Tenho de arranjar uns contactos na Zara

O ano passado, numa das minhas muitas incursões ao pinterest (quem é que é suuuuuper viciada, quem é?), encontrei umas sandálias que eram a minha cara. Minimalistas, simples e giras que se farta. Olhei para a descrição e percebi que eram da Zara. Lá fui eu, rumo ao site, descortinar o preço.

Tinham um bom preço, mas eu, olimpicamente, pensei “Encontramo-nos nos saldos. Se chegarem lá, tudo bem. Caso contrário, paciência… Também já não falta muito tempo.” Estava a pedi-las, certo? A um preço bestial e ainda a exigir saldos. Mas as pequenas aguentaram-se firmes e resolutas com menos cinco euros no preço final, pelo menos um dia. E eu, parva (não há outra forma de qualificar a minha reação), não as comprei logo, logo que as vi (sem comentários), e quando fiz refresh na página, já alguém se tinha antecipado e comprado o meu 36. Toma lá que é para aprenderes. Lá continuei, minuto sim, minuto sim, a fazer refresh à página, na ilusão que alguém devolvesse o meu 36. E eis que aparece um 37. E eu, mesmo sabendo de antemão que não era exatamente o meu número, açambarquei-me a elas. E elas vieram parar cá a casa. Estavam-me um nada largas, mas isso também não interessava nada. Como as comprei no fim do Verão, nunca as cheguei a estrear. Ironias da vida.

Não é que eu descubro, que este ano, a Zara tem umas sandálias exatamente iguais, mas em camurça? Ela por ela, mais valia ter esperado até este ano e comprava o meu número. Too late.

2598101105_1_1_1.jpg

Apresento-vos as sandálias que quase me tiraram o sono.